Durante a reunião on-line do Conselho de Administração da CMB, na quinta-feira (26) e mediada pelo presidente da Confederação, Mirocles Véras, importantes ações em andamento foram apresentadas. Uma delas referiu-se ao levantamento de dados do balanço patrimonial dos hospitais filantrópicos, com o objetivo de completar o panorama geral de dados do setor. Os dados estão sendo coletados através do engajamento das Federações e instituições hospitalares para essa iniciativa, e serão essenciais para projeto já encaminhado com o Fundo Nacional de Saúde, possibilitando ainda ter uma análise atualizada sobre o endividamento das instituições.

Também foi apresentada uma proposta para a atuação da CMB em busca de melhorias para a saúde mental, tendo como pleito principal o fortalecimento da rede SUS em assistência à saúde mental, com o pedido de uma portaria que reajuste, de forma global e unificada, a diária do hospital psiquiátrico.

O presidente da CMB destacou ainda o intenso trabalho que a Confederação vem fazendo diariamente para acelerar a edição da Medida Provisória que destinará recursos emergenciais para os hospitais filantrópico, junto ao Ministério da Saúde, da Economia, Casa Civil, além do Parlamento.
Véras falou ainda sobre a mobilização da CMB para a correção da Lei nº 13.992/20, para que os repasses dos valores financeiros contratualizados pelos prestadores de serviços de saúde no âmbito do SUS aconteçam na sua integralidade – ponto este faltante em edição da normal, devido a um erro material. O Ministério da Saúde já emitiu documento, a pedido da CMB, frisando que o pagamento deve ser mantido integralmente e Véras informou que o CONASEMS (Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde) também se comprometeu a emitir circular, fortalecendo a permanência da questão.

Outros pontos comentados foram a possibilidade de integração do Congresso da CMB com a o Congresso Internacional das Misericórdias, além de reunião da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas, na Câmara Federal, presidida pelo deputado Antonio Brito e que deve ocorrer em breve. A ocasião deve reunir todos os parlamentares para a discussão de emendas e ações para o setor. “Isso nos faz estar cada dia mais vido dentro do Congresso e fortalece o nosso setor”, enfatizou.